in

Exportações de conhaque respondem por de 3,2 mil milhões de euros

Conforme relatado pelo BNIC (Bureau Nacional Interprofessionnel du Cognac), este é o quarto ano de crescimento consecutivo para a categoria de bebidas espirituosas, que recuperou quando as medidas de austeridade na China atingiram fortemente as exportações desde 2013.

Com quase 98% da produção total exportada, a denominação conhaque continuou a crescer nos mercados de exportação em 2018 e testemunhou um crescimento de mais de 3% em volume e 2% em valor. 204,2 milhões de garrafas de conhaque foram exportadas no total ao longo de 2018, resultando num volume de negócios de 3,2 mil milhões de euros.

As exportações foram impulsionadas pela expansão da zona do NAFTA (Acordo de Livre Comércio da América do Norte, assinado pelo Canadá, Estados Unidos e México em janeiro de 1994) e pelos mercados em crescimento no Extremo Oriente.

Um total de 90,6 milhões de garrafas foram exportadas para as zonas do NAFTA em 2018 (aumento de 5,2% em volume e 0,7% em valor), representando 44,4% das exportações totais. Desse total, os Estados Unidos continuam a ser o maior mercado de conhaque, com 87,4 milhões de garrafas exportadas em 2018.

As exportações para o Extremo Oriente atingiram 60,1 milhões de garrafas, representando 29,4% do total (aumento de 5,6% em volume e 3,7% em valor). Os maiores mercados foram a China, que importou 24,2 milhões de garrafas, e Singapura, com 27,2 milhões de garrafas.

Em contraste, as exportações para os mercados europeus estão em declínio, com queda de 5,3% em volume e 2,2% em valor, com um total de 39,4 milhões de garrafas exportadas. Este declínio coincide com “tempos políticos e económicos difíceis no continente”, disse o BNIC.

As exportações continuam a crescer nos mercados do “Resto do Mundo”, que incluem a África do Sul, o Vietname e as Caraíbas, entre outros, que juntos registaram aumento de volume de 10,4% e de valor de 7,1%. Essas novas áreas de oportunidade representam mais de 6,9% dos volumes globais, ou quase 14,1 milhões de garrafas.

 

Publicidade

Nestlé lança cereais com ingredientes de origem biológica

Delta Cafés entra no mercado de barras de cereais