More stories

  • Economia
    in

    FMI prevê crescimento de 3,9% da economia portuguesa

    O Fundo Monetário Internacional (FMI) melhorou as previsões para a economia mundial face à estimativa divulgada em janeiro. No caso de Portugal, contudo, há uma revisão em baixa das últimas projeções, que tinham sido avançadas em outubro, com o FMI a indicar, agora, um crescimento do Produto Interno Bruto português de 3,9%, em linha com […] Saber mais

  • México
    in

    México não recuperará os níveis do seu PIB até 2024

    A Crédito y Caución prevê que o México não recupere os níveis de PIB anteriores à pandemia até 2024, após a forte deterioração económica registada em 2020. O México revelou uma elevada vulnerabilidade aos efeitos da pandemia decorrente da fragilidade do seu sistema de saúde, à estreita sincronização da sua economia com o ciclo económico […] Saber mais

  • Publicidade

  • Tailândia
    in

    Exportações da Tailândia sofrem contração superior a 16%

    A pandemia mundial de coronavírus está a provocar uma grave contração da atividade económica na Tailândia. A Crédito y Caución prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) do país sofra uma redução de 5,7% este ano. As exportações, afetadas especialmente nos sectores da eletrónica e automóvel ,devido às interrupções nas cadeias de fornecimento e à […] Saber mais

  • Ásia
    in

    Grave perturbação da atividade económica no Japão

    A Crédito y Caución prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) do Japão sofra uma contração de 6%, em 2020. Apesar das amplas medidas fiscais e monetárias para apoiar a economia nipónica, as medidas de confinamento afetaram gravemente os gastos internos e as exportações viram-se prejudicadas pela recessão mundial e pelas perturbações na cadeia de […] Saber mais

  • Economia
    in

    PIB cai 16,3%

    A economia portuguesa registou uma quebra de 16,3%, no segundo trimestre, em comparação com o ano anterior, após ter quebrado 2,3%, no trimestre anterior, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).   Revisão em baixa Na sua nova estimativa, o INE indica uma revisão em baixa do Produto Interno Bruto (PIB) português de […] Saber mais

  • Recessão
    in

    AEP alerta para recessão técnica

    A AEP – Associação Empresarial de Portugal teve, a confirmação oficial daquilo que as empresas e, consequentemente, a economia portuguesa já têm vindo a sentir: uma quebra abrupta na atividade. De acordo com a AEP, a já sentida redução do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre ascendeu a 14,1% em cadeia e a 16,5% […] Saber mais

  • Indonésia
    in

    Forte queda do crescimento na Indonésia

    Após um crescimento de 5%, em 2019, a Crédito y Caución prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) da Indonésia estabilize ou contraia em 2020. Este mercado asiático enfrenta uma brusca deterioração do consumo privado, um dos principais impulsionadores da sua expansão económica, e uma contração do investimento, motivada pelas interrupções dos projetos de construção […] Saber mais

  • PIB pode recuar 8% este ano
    in ,

    PIB pode recuar 8% este ano

    As medidas tomadas para conter a propagação do novo coronavírus poderão resultar numa recessão de 8% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, estima a Euler Hermes, acionista da COSEC – Companhia de Seguro de Créditos, que antecipa ainda que a economia portuguesa só deverá regressar à normalidade em 2021, depois de existir no mercado […] Saber mais

  • Publicidade

  • Vietname
    in

    Vietname afetado pela queda nas exportações

    O Vietname registou um crescimento de 7%, em 2019, graças ao aumento das exportações para os Estados Unidos e ao bom desempenho do consumo privado e do investimento, num contexto de aumento de salários, crescimento do turismo e incremento do fabrico de produtos para exportação. Contudo, a Crédito y Caución prevê que o crescimento do […] Saber mais

  • Ásia
    in

    PIB do Japão deverá contrair 5%

    A Crédito y Caución prevê que o PIB do Japão contraia cerca de 5%, em 2020, devido ao efeito das medidas tomadas pelo Governo para conter o coronavírus sobre o consumo interno. O impacto da pandemia global está também a afetar os fabricantes e exportadores japoneses, que sofrem perturbações na cadeia de fornecimento. Devido à […] Saber mais

  • in

    PIB de Taiwan vai contrair-se 0,5% em 2020

    A Crédito y Caución prevê que o PIB de Taiwan se contrairá, em 2020, em torno de 0,5%, sem afastar a possibilidade de uma recessão mais pronunciada. As medidas adotadas na China continental para combater a pandemia de coronavírus estão a provocar atrasos na produção de Taiwan e escassez de matérias-primas, especialmente nos sectores da […] Saber mais

  • empresas
    in

    Egito melhora a sua competitividade externa

    A Crédito y Caución prevê que o crescimento anual do Produto Interno Bruto (PIB) egípcio supere os 5%, em 2019 e 2020, apoiado numa melhoria da competitividade externa que resulta de uma taxa de câmbio flutuante, da normalização das taxas de juro, do aumento do número de turistas e de uma crescente produção de gás. […] Saber mais

  • Crescimento
    in

    Crédito y Caución prevê a desaceleração de todas as regiões do mundo

    A Crédito y Caución prevê que a moderação do PIB mundial se intensifique até 2,8%, em 2019, quatro décimas abaixo do valor de fecho de 2018, devido, em especial, à desaceleração da Zona Euro e dos Estados Unidos da América. As previsões de crescimento do PIB mundial incluídas no mais recente Economic Outlook da seguradora […] Saber mais

  • in

    Rússia mantém riscos de queda nas perspetivas de crescimento

    O mais recente relatório divulgado pela Crédito y Caución prevê que o PIB da Rússia, que voltou a crescer em 2017, após dois anos de contração, mantenha a sua recuperação, em 2018 e 2019, impulsado pela subida dos preços do petróleo e por um aumento na procura interna. No entanto, a seguradora de crédito alerta […] Saber mais

  • Publicidade

  • in

    Polónia vai crescer mais que a zona euro

    O mais recente relatório divulgado pela Crédito y Caución prevê que o crescimento do PIB polaco se mantenha muito acima dos 4% em 2018, devido à forte procura dos consumidores e ao aumento dos investimentos. Embora a seguradora de crédito preveja uma desaceleração ligeira da expansão económica para 2019, esta continuará sólida, acima dos 3%. […] Saber mais