in

Rangel investe 750 mil euros em eficiência energética

A Rangel Logistics Solutions investiu 750 mil euros num novo sistema de iluminação baseado em tecnologia LED, para melhorar a eficiência energética das suas instalações em Portugal.

O novo sistema vai reduzir o consumo energético em 25% face aos 775 mil kW consumidos pela solução anterior, assente em tecnologia tradicional de incandescência.

Este investimento insere-se no âmbito do projeto de sustentabilidade e responsabilidade social da Rangel e reforça a aposta da empresa numa política ambiental responsável. Após seis meses de implementação, o sistema já apresentou melhorias significativas em termos de qualidade e poupança energética.

Para além da preocupação ambiental, temos como objetivo reforçar a procura constante por parte da Rangel na utilização de tecnologias inovadoras nas nossas operações e no serviço que prestamos aos nossos clientes. Com este projeto, obtivemos melhorias significativas em termos de qualidade de iluminação e uma redução drástica dos consumos energéticos”, afirma Luís Marques, Chief Corporate Officer da Rangel Logistics Solutions.

Além dos ganhos ambientais diretos, o sistema garante melhorias ao nível da luminosidade efetiva disponível em espaços administrativos e de operação, não carecendo de qualquer tipo de manutenção por um período estimado de sete anos.

O sistema inteligente de iluminação assenta numa lógica de IoT (Internet of Things) e utiliza mecanismos de redução de luminosidade até à sua subtração total na ausência de movimento e todas as iluminarias são endereçadas individualmente por um sensor.

Através de um mecanismo de comunicação ponto-a-ponto, é possível controlar, registar e comunicar consumos para a cloud, os quais serão depois analisados através de tratamento estatístico.

O projeto de eficiência energética da Rangel assenta no desenvolvimento de medidas de eficiência energética e consumo de recursos, nomeadamente em termos de poupança em fontes de energia e no consumo de eletricidade e água. Numa primeira fase, o projeto consiste na troca de equipamentos para tecnologia LED, na implementação de um sistema de gestão integrada de controlo de iluminação de edifícios, na otimização de consumo energético de equipamentos e na sensibilização dos colaboradores para o uso eficiente da energia nos edifícios.

A iniciativa já está concluída na plataforma logística da Rangel no Montijo e arrancou recentemente nas instalações da Póvoa de Santa Iria e Alfena. Será brevemente ampliada para as restantes infraestruturas da empresa em Portugal. O projeto de eficiência energética prevê, ainda, a adoção de fontes de energia renováveis e a implementação de um sistema de gestão de consumos de energia.

Volume de vendas no comércio a retalho desce 0,3% na zona euro

LG Electronics inaugura novas instalações em Portugal