in

Promoções motivam descida dos preços médios das máquinas de lavar a loiça

O lançamento de novos produtos e a inovação ajudaram a aumentar os preços das máquinas de lavar a loiça no mercado português, mas mesmo assim não evitaram uma descida de 1%, derivada da contínua e forte atividade promocional.

As vendas de máquinas de lavar a loiça aumentaram 3% em volume em 2015, atingindo as 100 mil unidades, consolidando a tendência de recuperação observada no ano anterior, segundo os dados da Euromonitor.

Dois fatores principais estiveram na base deste desempenho: por um lado, após um período em que os “shoppers” restringiram as compras destes produtos, começaram lentamente a regressar à categoria; por outro, a crescente tendência para fazer as refeições em casa contribuiu para o crescimento de algumas categorias de eletrodomésticos, incluindo as máquinas de lavar a loiça.

Os modelos de encastre estiveram particularmente dinâmicos no ano passado, com um aumento de 5% em unidades. Muito afetadas, em anos anteriores, pela crise na construção, estas máquinas beneficiaram, a partir de 2014, do reforço da aposta na renovação dos lares. O crescente número de turistas em várias cidades portuguesas e a maior procura por espaços para alugar esteve na origem daquela aposta, em detrimento da compra de novas propriedades.

Apesar deste desempenho positivo por parte do encastre, os modelos de livre instalação continuam a ser o formato mais popular, representando 89% das vendas em volume em 2015. O preço médio é determinante para esta performance, já que mesmo com uma maior descida assinalada em 2015, as máquinas encastráveis continuam a custar quase o dobro das de livre instalação.

De acordo com a Euromonitor, em 2015, a BSHP continuou a liderar este mercado.

Publicidade

Vendas da Coca-Cola Iberian Partners crescem 3%

Foco no preço não é mais sustentável no mercado das máquinas de roupa