in

Lusiaves apresenta solução tecnológica no âmbito da iniciativa Indústria 4.0

O Grupo Lusiaves aceitou o desafio da Deloitte Portugal para, em conjunto com o Instituto Politécnico de Leiria, apresentar uma solução tecnológica inovadora no âmbito da iniciativa Indústria 4.0 – Economia Digital.

Segundo Paulo Gaspar, administrador e CIO do Grupo Lusiaves, “o Grupo Lusiaves há muito que aplica conceitos e tecnologia de Indústria 4.0 e há muito que tem fábricas totalmente automatizadas. No entanto, sabemos que ainda temos um longo caminho a percorrer rumo à total digitalização do negócio e, nesse âmbito, o objetivo deste desafio foi demonstrar mais um exemplo prático de como com a aplicação de tecnologias de Indústria 4.0 se consegue ter ganhos de eficiência, competitividade, redução de custos e, talvez até, desenvolver novos modelos de negócio”.

Numa parceria com a Deloitte Portugal e o Instituto Politécnico de Leiria, este desafio conta com o contributo de alunos de gestão, eletrotecnia, informática, mecânica e respetivos coordenadores de curso/mestrado.

A solução que está a ser desenvolvida vai permitir ao Grupo Lusiaves resolver um problema que é não conseguir saber de forma precisa que quantidades de ração são distribuídas pelos diferentes pavilhões de frangos. Hoje, as descargas são feitas a olho, o que faz com que alguns pavilhões de frangos recebam mais comida e outros menos.

Com a implementação de um sensor ao nível da suspensão dos camiões, através de um algoritmo avançado, será possível aferir o peso transportado pelo camião em tempo real. Esta informação é passada automaticamente para o motorista através de uma app no smartphone que vai permitir descargas precisas e de forma automática, reduzindo o erro e originando grandes poupanças e uma melhor qualidade nos frangos que o grupo comercializa.

Solução que também tornará possível ao Grupo Lusiaves recolher o milho nas explorações agrícolas, sabendo em tempo real quanto está a ser transportado e conseguindo automaticamente partilhar essa informação com o agricultor, garantindo que este sabe que quantidades está a vender e garantindo que só estão a ser transportadas as quantidades permitidas por lei, evitando assim eventuais contraordenações por excesso de carga.

O Grupo Lusiaves fez parte de 80 empresas convidadas a dar o seu contributo em conjunto com o Governo para ajudar a definir uma série de políticas de incentivo e ajuda às empresas, para que estas se modernizem e adotem procedimentos e tecnologias Indústria 4.0

Publicidade

Ranking de empresas alimentares que mais respeitam o bem-estar animal

Empilhadores contrapesados Linde incluem a nova solução Li-Ion