in

Lexmark explora alternativas estratégicas

A Lexmark está a explorar alternativas estratégicas para o seu negócio em dificuldades, tendo, de acordo com a agência Reuters, contratado a Goldman Sachs para a aconselhar no processo.

A fabricante de equipamentos de impressão formou um comité independente para estudar as várias opções.

Em declarações à agência, Jean-Paul Montupet, presidente do Conselho de Administração da Lexmark, disse que a empresa não acredita que o atual preço das suas ações reflita o valor criado. Segundo as contas da Reuters, a Lexmark está avaliada em dois mil milhões de dólares.

As vendas da fabricante caíram nos últimos dois trimestres. Em julho, foi anunciado um plano de redução dos custos resultantes das recentes aquisições que passa pela eliminação de postos de trabalho.

Recentemente, o The Wall Street Journal avançou a hipótese de, entre as opções a considerar para o futuro da Lexmark, estar a venda. A empresa, que nos últimos cinco anos fez 14 aquisições, não comentou esta informação.

Publicidade

Encontro Nacional de Lacticínios reforça benefícios do leite e união do sector

Rede Pickup da Chronopost celebra a encomenda 5 milhões