in

Comércio Digital em Portugal cresce 1,5 mil milhões de euros em 5 anos

O comércio eletrónico em Portugal tem registado uma grande evolução, tendo as compras online registado, nos últimos cinco anos, um crescimento de 1,5 mil milhões de euros a uma média de 375 milhões de euros por ano, diz a análise efetuada pela SIBS em conjunto com a Datamonitor no estudo “Online Consumer Payments Analytics”.

Segundo o SIBS MARKET REPORT, só em 2014 foram realizadas 12,9 milhões de compras online, num valor superior a 922 milhões de euros, o que representa um aumento de 14,2% e 10,4%, respetivamente, em comparação com o ano anterior.

Apesar, de haver ainda um caminho a percorrer para aproximarmos de países como o Reino Unido, Suécia e Holanda, as famílias portuguesas têm vindo a mostrar um crescimento acentuado dos seus gastos com compras online, como mostra a comparação do consumo médio de cada agregado familiar por ano – Portugal e Itália: 600 euros, Espanha: 900 euros, Holanda: 2.200 euros, Suécia: 2.400 euros e Reino Unido: 4.000 euros.

No ano passado, os portugueses, à semelhança dos outros europeus, colocaram as estadias em hotéis e a compra de bilhetes de avião no topo das aquisições online. No entanto, a partir da segunda posição começam a surgir algumas divergências entre as nossas preferências e as dos europeus, optando os portugueses por adquirir em 2º lugar “Roupas e Sapatos”, em 3º “CD/DVD/Jogos/Livros”, 4º “Produtos para a Casa”, 5º “Saúde e Beleza”, 6º “Comida e Bebida” e 7º “Bricolage e Jardim”.

Na análise geográfica, o SIBS MARKET REPORT revela que cerca de 24% das compras online dos portugueses é efetuada ao nível nacional, seguindo-se o Reino Unido com 23% e depois Espanha e Irlanda com uma representação de 9% cada.

O cartão de crédito surge como método de pagamento online preferencial dos portugueses, cenário semelhante ao verificado nos restantes países europeus.

O MB NET, serviço que permite gerar cartões temporários, tem aumentado progressivamente desde o seu lançamento, tendo registado em 2014 mais de 1,3 milhões de aderentes. Este aumento de 16,5% de adesões ao MB NET face a 2013 reflete-se num crescimento anual de operações e montante transacionado. Em 2014, foram realizadas cerca de 2.239 milhares de operações com MB NET, representando 17,4% do total das compras online realizadas em Portugal. Em valor, as compras feitas com MB NET totalizaram 113 milhões de euros em 2014.

Portugal é, por tradição, um país aberto às novas tecnologias e o desenvolvimento e penetração de utilizadores de smartphone deu origem ao Mobile Commerce, um território em franco crescimento. De acordo com o estudo da SIBS, a quota do comércio móvel em Portugal rondava os 8% do total do consumo online em 2014. Percentagem semelhante à da Alemanha e superior ao de países como Itália e França, que apresentam uma taxa de penetração do comércio móvel de 5% e 4% respetivamente. No entanto, estamos ainda longe dos países que se encontram na liderança como o Reino Unido, a Suécia e Espanha.

O estudo revela ainda que apesar de 92% dos utilizadores de smartphone não terem uma mobile wallet, 26% assume que seria um meio de pagamento muito útil.

O recente desenvolvimento de novas soluções de pagamento móvel será certamente um fator desbloqueador do comércio móvel com o MB WAY a dar uma forte contribuição para o desenvolvimento dos pagamentos digitais. É a evolução natural do MULTIBANCO para o online e em mobilidade, e funciona como mais um canal para os consumidores fazerem as suas compras.

O SIBS MARKET REPORT analisa ainda a Rede MULTIBANCO no dia-a-dia dos portugueses, tendo esta registado em 2014 um crescimento de 3,9% face ao número de operações e de 7,5% relativo ao montante envolvido.

Publicidade

IKEA Centres Portugal confia gestão do primeiro outlet do Algarve à ROS

Vendas online de FMCG devem atingir 130 mil milhões até 2025