More stories

  • O tabuleiro das marcas volta a inclinar-se

    Comecemos pelo princípio. E comecemos por uma pergunta relativamente básica: faz sentido, em 2020, insistir na distinção entre marcas de fabricante e marcas de distribuidor? Se o pressuposto é o de que umas são marcas e outras o serão menos, julgo que é uma questão que, há muito tempo, nem sequer se coloca. Se levarmos […] Saber mais

  • A aposta ganha na proximidade

    Os 40 anos de história do Minipreço são o corolário de uma aposta ganha no mercado da distribuição de proximidade e na construção de relações de fidelidade com o extenso universo de clientes que servimos diariamente. Atualmente, o parque de lojas Minipreço apresenta uma cobertura geográfica sem paralelo no sector, com mais de 500 lojas […] Saber mais

  • Publicidade

  • Tempos de grande dinamismo e inovação

    Vivemos tempos de grande dinamismo e inovação. Nunca houve tanta oferta, nem foi tão fácil comprar. Nas lojas físicas, online para receber em casa, online e levantar em loja, as possibilidades serão cada vez mais imensas, quanto mais se aprofundar a noção de retalho, consumo e, porque não, de proximidade e de conveniência. Se as […] Saber mais

  • Dinâmica de construção

    Num período do ano compreensivelmente a meio gás, ainda assim com mais “combustível” do que quando comparado com um passado não muito recente, e que faz parte do imaginário coletivo, no “querido mês de agosto”, damos conta, em mais uma edição da Grande Consumo, de alguns movimentos interessantes associados ao mercado interno. Contrastando com aquela […] Saber mais

  • Juntos vamos mais longe

    Sou um defensor do trabalho coletivo. Sempre o fui. Pode haver, como os há, protagonistas que desequilibram a balança, mas sem o suporte coletivo, a sua preponderância é sempre de curto impacto face ao potencial que lhes é reconhecido. A esse mesmo propósito diz a sabedoria popular africana que “sozinhos vamos mais rápido. Juntos vamos […] Saber mais

  • A merceria da minha rua

    A introdução progressiva da tecnologia, não necessariamente de forma discreta nas nossas vidas, tem levado, e vai continuar a levar, a mudanças mais ou menos imediatas no modo como nos relacionamos com os objetos que adquirimos. Uma verdadeira “revolução industrial” cujo término ninguém pode, com propriedade, afirmar como vai ser concluída. Se os valores envolvidos […] Saber mais

  • O ano M

    2019 é ano de eleições que podem – e devem? – mudar o figurino governativo como o atualmente o vemos, e vivemos, em Portugal. Em ano de verdadeiro “suspense” político, há uma certeza: 2019 é o ano M. Eme de Mercadona, a empresa liderada por Juan Roig e que escolheu Portugal para aquilo que acredito […] Saber mais

  • Tempos de Mudança

    Vivemos tempos de mudança. Creio que é percetível e, mais do que uma opinião, acredito ser algo unânime mesmo para os mais desatentos. O que mudou, porque mudou, como mudou seriam motivo para uma reflexão profundamente mais demorada, mas, estou em crer, que o que está em “cima da mesa” prende-se, essencialmente, com o que […] Saber mais