More stories

  • “novo normal”

    O “novo normal”, a liberdade e a incerteza

    Nos últimos meses, temos vindo a consciencializar que estamos perante um “novo normal”, repleto de incertezas de questões sobre “liberdades” antes incontestáveis. Vivendo entre geografias de “liberdades”, culturas e comportamentos bastante díspares, tenho vivenciado diferentes abordagens sobre prevenção, segurança e o socialmente correto. Sou privilegiado por experienciar, na primeira pessoa, estas diferentes realidades. Janeiro: em […] Saber mais

  • Covid-19

    Covid-19: segurança para a retoma

    Mais de 160 empresas de distribuição de retalho, alimentar e não alimentar. Perto de 11% do PIB. Este é o universo que a APED representa. Um universo de múltiplas dimensões, sobre o qual o impacto da crise provocada pela Covid-19 também se refletiu em múltiplas consequências. Por isso, à questão que se coloca, “como reagimos […] Saber mais

  • Publicidade

  • Ricardo Alves - administardor Riberalves S.A

    Com os colaboradores, os parceiros e os clientes

    De um momento para o outro, a vida como a conhecemos mudou radicalmente. E à nossa empresa, apenas mais uma neste ecossistema abalado pelo surto pandémico, colocaram-se dois objetivos imediatos, mas prioritários: defender os nossos colaboradores e a nossa missão; e apoiar os nossos parceiros e consumidores. Na Riberalves, a preocupação inicial foi essa, a […] Saber mais

  • pós-Covid 19

    Sete janelas para o horizonte pós-Covid 19

    Não é fácil, quando se está ainda a lidar com o turbilhão de uma crise, pensar e projetar o pós-crise. Mais difícil ainda, quando se está perante um foco de crise inesperado, (ainda) curto no tempo, mas devastador no impacto. Ou quando ainda não “incorporamos” as respetivas implicações na nossa vida diária pessoal, familiar ou […] Saber mais

  • João Potier, diretor geral Arrozeiras Mundiarroz

    Sustentabilidade presente e futura

    Até meados de fevereiro passado, a agenda da discussão pública era dominada pelo tema do desenvolvimento sustentável e pela preservação do planeta, bem como pelos impactos das mudanças climáticas e, consequentemente, a forma como as economias nacionais eram afetadas pela evidente mudança de paradigma que, de modo progressivo, impactava a sociedade moderna e o seu […] Saber mais

  • Eça de Queirós, o mandarim e a Covid-19

    Eça de Queirós, o mandarim e a Covid-19

    Nunca Eça de Queirós pensou que o famoso mandarim da sua obra homóloga pudesse, um dia, estar tanto nas bocas do mundo. Verdade é que Bill Gates já antevira que seria uma pandemia a matar mais pessoas, por esse mundo fora, do que propriamente as armas nucleares com que os países mais ricos, alguns também […] Saber mais

  • Valorizar a produção nacional, mais do que nunca

    Se em tempos de normalidade já faria todo o sentido que os portugueses, no ato de compra, preferissem produtos nacionais, em ocasiões de exceção, de grande incerteza quanto ao futuro, como esta em que vivemos, e em que solidariedade internacional não é dada como adquirida, mais sentido ainda faz que essa opção de comprar produtos […] Saber mais

  • A aposta ganha na proximidade

    Os 40 anos de história do Minipreço são o corolário de uma aposta ganha no mercado da distribuição de proximidade e na construção de relações de fidelidade com o extenso universo de clientes que servimos diariamente. Atualmente, o parque de lojas Minipreço apresenta uma cobertura geográfica sem paralelo no sector, com mais de 500 lojas […] Saber mais

  • O Mercado do Azeite em Portugal

    Ao nível de produção, Portugal deu um salto quantitativo e qualitativo extraordinário. A qualidade do azeite é reconhecida internacionalmente e os nossos azeites têm conquistado prémios em todos os principais concursos existentes a nível nacional e internacional. Hoje, Portugal é autossuficiente ao nível do consumo e tornou-se um exportador de referência. Ao nível da produção, […] Saber mais

  • Publicidade

  • Tempos de grande dinamismo e inovação

    Vivemos tempos de grande dinamismo e inovação. Nunca houve tanta oferta, nem foi tão fácil comprar. Nas lojas físicas, online para receber em casa, online e levantar em loja, as possibilidades serão cada vez mais imensas, quanto mais se aprofundar a noção de retalho, consumo e, porque não, de proximidade e de conveniência. Se as […] Saber mais

  • Dinâmica de construção

    Num período do ano compreensivelmente a meio gás, ainda assim com mais “combustível” do que quando comparado com um passado não muito recente, e que faz parte do imaginário coletivo, no “querido mês de agosto”, damos conta, em mais uma edição da Grande Consumo, de alguns movimentos interessantes associados ao mercado interno. Contrastando com aquela […] Saber mais

  • Juntos vamos mais longe

    Sou um defensor do trabalho coletivo. Sempre o fui. Pode haver, como os há, protagonistas que desequilibram a balança, mas sem o suporte coletivo, a sua preponderância é sempre de curto impacto face ao potencial que lhes é reconhecido. A esse mesmo propósito diz a sabedoria popular africana que “sozinhos vamos mais rápido. Juntos vamos […] Saber mais

  • O ano M

    2019 é ano de eleições que podem – e devem? – mudar o figurino governativo como o atualmente o vemos, e vivemos, em Portugal. Em ano de verdadeiro “suspense” político, há uma certeza: 2019 é o ano M. Eme de Mercadona, a empresa liderada por Juan Roig e que escolheu Portugal para aquilo que acredito […] Saber mais

  • pós-Covid 19

    Seis pinceladas na pintura de 2019

    2019 será um ano em linha com os anteriores ou são de esperar algumas modificações de monta no sector do grande consumo? Não é, obviamente, porque tocam as doze badaladas da meia-noite de 31 de dezembro que algo forçosamente se alterará, mas, ainda assim, arrisco seis pinceladas sobre dados e questões importantes no ano que […] Saber mais

  • Tempos de Mudança

    Vivemos tempos de mudança. Creio que é percetível e, mais do que uma opinião, acredito ser algo unânime mesmo para os mais desatentos. O que mudou, porque mudou, como mudou seriam motivo para uma reflexão profundamente mais demorada, mas, estou em crer, que o que está em “cima da mesa” prende-se, essencialmente, com o que […] Saber mais

Publicidade