in , ,

Alimentaria & Horexpo reforça programa de Hosted Buyers

A Alimentaria & Horexpo Lisboa está a apostar num reposicionamento do conceito da feira de 2017, reforçando também o programa de Hosted Buyers.

O programa dirige-se exclusivamente a compradores estratégicos internacionais, importadores e distribuidores de grandes superfícies/supermercados, lojas de delicatessen e cadeias de hotelaria e restauração. O objetivo é assegurar a presença de profissionais de topo dos sectores presentes na feira, assegurando-lhes condições especiais e incentivando a negociação com as empresas expositoras.

As empresas compradoras fazem-se representar, na sua maioria, pelos seus diretores gerais ou diretores de compras. Nas últimas edições, o programa Hosted Buyers tem sido composto por cerca de uma centena de compradores de topo, de 20 países diferentes, efetuando com as empresas expositoras interessadas mais de duas centenas de reuniões.

Os profissionais admitidos no programa beneficiam de cobertura total ou parcial dos gastos e alojamento, acesso à feira e ao Clube Alimentaria & Horexpo e o compromisso de realização de um mínimo de 12 reuniões com expositores do seu interesse, marcadas através de uma plataforma de contactos própria.

A seleção dos Hosted Buyers é feita em função do perfil profissional, dados económicos da empresa (volume de importações e compras, por exemplo), produtos de interesse e zona geográfica, entre outros. Dos cem Hosted Buyers, têm feito parte perfis variados. 51% são distribuidores/Ggossistas, 21% representam cadeias de supermercados e comércio, 16% de import/export de produtos alimentares e Horeca, 9% de centrais de compras e 3% fabricantes, que totalizam um investimento direto por parte da organização superior a 100 mil euros por edição.

Este é um programa desenvolvido em parceria com entidades como a Portugal Foods e a AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), entre outras, aportando o seu know-how e experiência e alinhando esta linha de ação para as empresas que pretendem iniciar ou alargar a sua presença no exterior.

Publicidade

Publicidade

OVS abre segunda loja em Portugal

Carmo Wood cresce 30% e espera atingir os 80 milhões de euros em 2017