in

Adega de Borba aumenta produtividade com aplicação da Metodologia Kaizen

Inserido no âmbito do Projeto Mais Indústria + Produtividade, da Associação Industrial Portuguesa (AIP), e em parceria com o Kaizen Institute, a Adega de Borba iniciou a implementação deste programa de melhoria contínua, originário do Japão, em janeiro de 2014, com o objetivo de reforçar os seus níveis de competitividade. O projeto teve enfoque nas áreas da Produção, Planeamento, Logística, Manutenção e Compras, estendendo-se posteriormente às áreas de suporte (Marketing, Adega, Serviços Administrativos e Financeiros).

Um ano e meio depois, os resultados demonstram o sucesso da implementação desta metodologia: diminuição das horas extra em 18%, aumento de 13% da produtividade na área da produção e aumento de 12% da produtividade na área Logística”, refere ‎Helena Ferreira, Diretora de Produção e Qualidade da Adega de Borba.

A Adega de Borba apostou no programa Kaizen com vista a garantir uma maior eficiência nos diversos processos de trabalho do dia-a-dia, eliminando e reduzindo desperdícios e diminuindo custos. Alguns dos principais objetivos cumpridos foram melhorar a eficiência das linhas de produção, aumentar a matriz de competências das equipas, a normalização de processos e promover a auditoria de suporte à prática da melhoria contínua.

Helena Ferreira acrescenta ainda que “este foi um passo importante para a Adega de Borba, na medida em que a Metodologia Kaizen veio permitir consolidar aquele que é o nosso maior objetivo: fornecer um produto de qualidade aos nossos consumidores e um serviço de excelência aos nossos clientes.

Uma das características do Projeto Kaizen é também a envolvência de todos os colaboradores, ou seja, o próprio facto de terem sido envolvidas todas as áreas e todos os colaboradores da Adega de Borba gerou uma mudança cultural e comportamental, originando ações de melhoria contínua por parte de todos.

Publicidade

7UP lança bebida sem açúcar

El Corte Inglés com campanha de saldos Primavera/Verão