in

Intermarché investe 200 milhões de euros na expansão em Portugal

O Intermarché está a acelerar a sua expansão no mercado português através da abertura de lojas e de uma estratégia de redução de preços, com o objetivo de fazer crescer a sua quota de mercado, atualmente fixada em 9,2%.

Ao Expresso, Laurent Boutbien, presidente do Grupo Os Mosqueteiros, confirmou que a estratégia assenta na redução permanente dos preços em mais de uma centena de produtos de primeira necessidade.

Com um plano de investimento “ambicioso”, o Intermarché planeia alocar 200 milhões de euros para a abertura de 105 lojas e a criação de 3.150 postos de trabalho até 2023. No ano passado, o investimento rondou os 30 milhões de euros na abertura de nove pontos de venda, sendo que este ano deverá elevar-se para 60 milhões de euros, materializado em 15 lojas.

Ao nível da logística, de modo a acompanhar o crescimento da rede, o Intermarché vai direcionar 11 milhões de euros para o alargamento e modernização da base de Alcanena e 3,5 milhões de euros para a expansão da de Cantanhede. “O investimento logístico será uma constante nos próximos anos”, garantiu ao Expresso Laurent Boutbien.

Paralelamente, a estratégia da insígnia alimentar do Grupo Os Mosqueteiros passa também pela modernização dos pontos de venda, com a expectativa de uma centena de adesões ao novo conceito 2021. Este passa pela renovação da fachada das lojas, assim como pelo reforço da área promocional, self-service no talho, espaço dedicado aos produtos biológicos e serviços de take-away e de entregas.

O novo formato Intermarché Express, de perfil urbano, irá contar com mais quatro unidades até 2023, que se vêm juntar às duas já existentes.

Publicidade

Publicidade

Inocente é o mais recente restaurante do COOKOO – The Kitchen Hub

Nível de serviço em promoções é prioridade para o retalho