Exportações norueguesas de produtos do mar ultrapassam 9 mil milhões de euros

Exportações norueguesas de produtos do mar ultrapassam 9 mil milhões de euros

7 DEZEMBRO 2018
Desde o início de 2018, a Noruega já exportou 2,5 milhões de toneladas de peixe e marisco, no valor de nove mil milhões de euros (cerca de 90,7 mil milhões de coroas norueguesas).

As exportações cresceram cerca de 5% em volume e em valor face ao mesmo período do ano passado. Só em novembro, a Noruega exportou perto de 280 mil toneladas de produtos do mar, no valor de 1,03 mil milhões de euros.

A Noruega exportou quase 10 mil toneladas de bacalhau seco salgado, em novembro, no valor de perto de 50 milhões de euros e num aumento de 6% no volume e de 12% no valor das vendas, quando comparado com novembro de 2017. Este ano, a Noruega já exportou 85 mil toneladas de bacalhau seco salgado, no valor de 414 milhões de euros.

Kristine Pettersen, do NSC – Conselho Norueguês dos Produtos do Mar, atribui o bom desempenho das exportações de bacalhau seco salgado ao mercado português. “Estamos a entrar na principal época do bacalhau seco, em Portugal, o Natal. Tem havido um enorme aumento nos preços das exportações do bacalhau, este ano, que, contudo, não se têm refletido no preço de venda ao consumidor. Em média, os preços das exportações subiram 9% para 7,58 euros/quilogramas, mas o preço no consumidor mantém-se ao mesmo nível de 2017, ou seja, a uma média de oito euros/quilogramas. Isto significa que a margem entre o preço das exportações e o preço do retalho tem diminuído, claramente, nos últimos anos. A explicação prende-se com o facto do bacalhau seco salgado ser um produto tão importante para atrair consumidores que as cadeias de supermercados mantêm os preços baixos de forma a garantir as suas quotas de mercado. Mas, esta tendência poderá não ser sustentável”.