Antonio Coto na liderança do Grupo DIA

24 AGOSTO 2018
Antonio Coto é o novo conselheiro delegado do Grupo DIA, sucedendo a Ricardo Currás, que desde 5 de julho de 2011 ocupava este cargo.

Numa reunião extraordinária do Conselho de Administração da DIA realizada esta sexta-feira, dia 24 de agosto, o grupo pôs fim à relação com Ricardo Currás como conselheiro delegado da sociedade que, como consequência, renunciou ao cargo de membro do Conselho de administração da sociedade.

Até aqui diretor executivo na América Latina e de parcerias, Antonio Coto Gutiérrez assume, assim, as rédeas do grupo retalhista espanhol. Nascido em Espanha, em 1960, é formado em Engenharia de Caminhos, Canais e Portos pela Universidade Politécnica de Madrid, licenciado em Ciências Económicas e Empresariais pela UNED e graduado em Food Industry Management pela Universidade da Califórnia do Sul, nos Estados Unidos da América. Iniciou a sua carreira na Arthur Andersen e, em 1986, ingressou nas fileiras da DIA como diretor de planeamento estratégico e controlo de gestão em Espanha, para logo ser promovido a diretor geral adjunto do Grupo DIA e ajudar no desenvolvimento de uma estratégia de crescimento rápido através de aquisições e da internacionalização. Em 1997, foi nomeado diretor geral na Argentina e, em 1999, diretor executivo na América Latina. Desde 2010 que assumia, também, a responsabilidade pelas parcerias.

Com mais de 30 anos de experiência dentro do Grupo DIA, o principal desafio de Antonio Coto será liderar o atual processo de transformação da sociedade, que será plasmado no novo plano estratégico cuja apresentação está prevista para outubro. "Quero dar as boas-vindas, como novo conselheiro delegado do Grupo DIA, a Antonio Coto, a quem conheço há oito anos e a quem muito valorizo como profissional do sector. Tenho toda a confiança que saberá levar a bom porto a nova estratégia para os novos desafios que temos por diante", afirma Ana María Llopis, presidente do Conselho de Administração do Grupo DIA. "Além da sua prolongada experiência comercial na DIA, acrescenta uma forte experiência financeira e internacional, fazendo crescer o negócio na Argentina e no Brasil, que continuam a ter um elevado potencial de crescimento. Além disso, demonstrou na sua região um forte foco no cliente e no êxito desta gestão".

Em relação ao antecessor de Antonio Coto, Ricardo Currás, Ana María Llopis agradeceu a sua dedicação ao longo de mais de 10 anos à frente da empresa. "Graças ao seu contributo, a DIA converteu-se no que é hoje: uma empresa de distribuição líder no segmento da proximidade e preços baixos, com mais de 65 mil colaboradores, dos quais 42 mil são colaboradores diretos e os restantes indiretos através de mais de três mil empreendedores que dirigem as nossas franquias. Servimos mais de 20 milhões de clientes, sendo que cerca de 70% desses clientes realizam as suas compras através de cartões de fidelização. Desde que começámos a trabalhar juntos, em 2011, com a entrada em bolsa, Ricardo Currás demonstrou um grande conhecimento do sector, paixão e entusiasmo por fazer crescer a companhia, demonstrando uma forte liderança das equipas do grupo. Durante este período, realizaram-se importantes aquisições, como El Árbol e Schlecker, com a sua posterior transformação nas lojas Clarel, finalizando a sua integração na organização. Foram também lançadas novas linhas, como Bonté e Delicious, assim como novos formatos, como La Plaza de Dia e o negócio DIA online, criando emprego e formando profissionais de primeira linha". 

Ricardo Currás estava na DIA há 32 anos. Nascido na Alemanha, em 1962, é licenciado em Ciências Matemáticas pela Universidade Complutense de Madrid e possui um MBA pelo Instituto da Empresa. Após uma curta passagem pela Arthur Andersen, entrou no Grupo DIA em 1986, como analista em controlo de gestão, precisamente a convite de Antonio Coto, que entendeu que a formação que aquele detinha era a indicada para o desenvolvimento da metodologia nos projetos que estava a implantar. Em 1991, assumiu a direção da marca própria e, em 1994, a direção das operações comerciais e logística. Três anos depois, foi nomeado diretor comercial e membro do comité de direção da DIA Internacional. Em 2006, foi promovido a diretor executivo da DIA Espanha e a 1 de maio de 2009 promovido a presidente da DIA e membro do comité de direção do Carrefour. Desde 5 de julho de 2011 que era conselheiro delegado do grupo.