Herdade das Servas Colheita Seleccionada 2015 e Monte das Servas Escolha 2016 chegam ao mercado

12 FEVEREIRO 2018
O Herdade das Servas Colheita Seleccionada tinto 2015 e o Monte das Servas Escolha tinto 2016’são os mais recentes vinhos lançados pela Herdade das Servas., propriedade vitivinícola localizada às portas de Estremoz e pertença da família Serrano Mira.

Esta dupla de vinhos é a primeira a envergar a assinatura "Family Winegrowing Legacy Since 1667", instituída pelos irmãos Serrano Mira por altura da celebração dos 350 anos na produção de vinhos no Alentejo.  Uma marca introduzida, no final de 2017, na identidade gráfica da Herdade das Servas e que acabou por fomentar um ajuste na imagem dos vinhos e demais suportes gráficos. Ao nível dos rótulos, a evidência maior está nos Monte das Servas, com uma nova imagem, um novo tipo de letra e um cortante diferente. Nos Herdade das Servas, destaca-se a inclusão da assinatura, mas de forma mais discreta. Para assinalar esta mesma efeméride, os irmãos Carlos e Luís Serrano Mira vão, em breve, lançar um livro que conta a história da sua família.

O Herdade das Servas Colheita Seleccionada tinto 2015 resulta da conjugação de quatro castas: Alicante Bouschet (40%), Touriga Nacional (30%), Cabernet Sauvignon (20%) e Trincadeira (10%).

Já o Monte das Servas Escolha tinto 2016 é feito a partir das castas Aragonez (40%), Alicante Bouschet (30%), Trincadeira (20%) e Syrah (10%). O vinho estagiou seis meses em cubas de inox e foi submetido a um repouso de dois meses em garrafa na cave da Herdade das Servas.