Adeus Unicer, olá Super Bock Group

Adeus Unicer, olá Super Bock Group

10 NOVEMBRO 2017
Super Bock Group é a partir desta sexta-feira, dia 10 de novembro, o novo nome da Unicer. No ano em que comemora o 90.º aniversário da Super Bock, a empresa reforça as suas credenciais internacionais, e aposta em mercados como o chinês e o norte-americano, com uma nova identidade corporativa.

A nova denominação, que já é visível no site da empresa, foi apresentada na sede em Leça do Balio, num evento que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e que encerrou a comemoração dos 90 anos da Super Bock.

O novo nome passa assim a incluir o produto mais emblemático da cervejeira nortenha a cerveja Super Bock. “As nossas raízes encontram-se nas cervejas e, embora tenhamos alargado, ao longo dos anos, o negócio a outras atividades no sector das bebidas, mantemos a atividade cervejeira como o principal motor do nosso crescimento”, afirma Rui Lopes ferreira, CEO do Super Bock Group.

De acordo com o gestor, ambas, marca e empresa, são hoje indissociáveis. “É precisamente a Super Bock, com a sua qualidade e valores que tem associados, que surge como a grande responsável pelas nossas maiores conquistas quer em Portugal, quer no estrangeiro. Se hoje lideramos o mercado nacional e se estamos em mais de 50 países, e se a nossa produção anual de cerveja já ultrapassa os 300 milhões de litros, quando, em 1927, produzíamos apenas pouco mais de um milhão de litros, isso deve-se a esta grande marca que quando foi criada, há 90 anos, tinha o objetivo de ser a melhor cerveja de Portugal. E hoje podemos dizê-lo, com toda a certeza e orgulho, que a Super Bock é a cerveja portuguesa mais vendida no mundo, através de continentes e oceanos, tal como fizeram os nossos antepassados, há mais de 500 anos”.

A nova imagem enfatiza, precisamente, a aposta da internacionalização através da esfera armilar, assim como nova assinatura do grupo “Portuguese Brewery. Est. 1890”. O vermelho, que remete para a Super Bock, e o dourado, que remete para os Descobrimentos, foram as cores escolhidas.

Europa, África e Ásia são os três continentes onde cervejeira tem operações relevantes. Segundo Rui Lopes Ferreira, neste momento, a seguir a Portugal, a China é o segundo maior mercado. “É o nosso maior destino internacional, com uma posição que temos vindo a fortalecer ao longo dos últimos anos com a nossa marca Super Bock e que hoje representa cerca de 4% de todas as exportações nacionais para a China”.

Paixão local e ambição global é o mote da empresa que não perde de foco o mercado nacional, assim como os investimentos estratégicos. A fábrica de Leça do Balio é, no entender do CEO do Super Bock Group, uma das mais modernas da Europa. “Apostamos também na inovação para a diversificação dos nossos produtos e mantemos a capacidade permanente de surpreender os nossos clientes e os nossos consumidores”.

A mudança, que não pretende estabelecer qualquer rutura com o passado, não representa qualquer alteração estrutural na estratégia de negócio e não tem implicações a nível acionista, com o grupo a manter-se propriedade da Viacer, dos grupos Violas, Arsopi e BPI, (56%) e da Carlsberg (44%). De resto, a mudança de nome não é exclusiva da holding, já que também a Unicer Bebidas passa, agora, a designar-se Super Bock Bebidas, SA. Preservar a sua história, desde sempre ligada ao sector cervejeiro, e continuar a crescer no mercado das cervejas, águas e sidras mantêm-se como foco.

Mais próxima e aberta ao exterior, é assim que se enquadra a nova imagem corporativa, que expressa o momento atual da empresa e a sua ambição para o futuro, com a procura por novas oportunidades e novos mercados. Atualmente, os objetivos passam por acelerar o crescimento nos mercados externos, seja através do reforço da presença das suas marcas em países onde já detém uma presença madura, bem como desenvolvendo parcerias em novos mercados. Recorde-se que o Super Bock Group é uma das maiores empresas portuguesas de bebidas refrescantes e a principal exportadora nacional de cervejas, com vendas totais acima dos 450 milhões de euros e os lucros a evoluírem para os 38 milhões de euros, no exercício de 2016.

Para a apresentação da nova identidade aos 1.300 colaboradores da empresa, bem como a todos os stakeholders, foi desenvolvido o filme “Mar”, uma curta metragem com dois minutos. Trata-se da história de um grupo de amigos que se faz ao mar e, munidos apenas de barris de cerveja e das roupas que trazem no corpo, conseguem construir um barco que vai sendo modernizado, pouco a pouco, em pleno oceano, enquanto lidam com tempestades e as vicissitudes de se fazer uma viagem longe de terra firme.

Veja aqui o vídeo: