Mercadona será radicalmente diferente dentro de 3 anos

Mercadona será radicalmente diferente dentro de 3 anos

26 OUTUBRO 2017
Dentro de três anos, a Mercadona não se parecerá nada à atual”, garantiu Juan Roig, presidente da companhia valenciana, no 32.º congresso da Aecoc, que se realizou em Valencia. “Sabemos onde queremos ir”.

De acordo com o presidente da cadeia, que trata os seus clientes por “chefes”, o que esta tem de mais estável é a mudança. “Estamos a mudar constantemente desde a nossa origem, já que a cultura de mudança está no ADN da Mercadona”.

A empresa estabeleceu objetivos ambiciosos e, para os alcançar, irá apostar num sortido eficaz, nos frescos, no novo modelo de loja, nos dados, no canal online e em Portugal. Quanto ao sortido, Juan Roig reconheceu ter-se equivocado quando pensou que existiam interfornecedores especialistas de categoria, quando, na realidade, devem ser especialistas de produtos. Já relativamente aos frescos, teve que mudar os modelos de compras e vendas, assim como o modelo logístico. Atualmente, o novo modelo de frescos está já implantado em 100 supermercados, devendo chegar a 500 no próximo ano.

Por seu turno, o novo modelo de loja já é visível em 113 estabelecimentos. No que concerne o canal online, Juan Roig reiterou que agora acredita firmemente na compra à distância e que tem a certeza que o projeto online que está a ser desenvolvido no seio da empresa será um sucesso.