Mercadona assume a gestão de toda a sua cadeia logística

Mercadona assume a gestão de toda a sua cadeia logística

18 JULHO 2017
A Mercadona decidiu assumir a gestão de toda a sua cadeia logística, com os seus camiões a recolherem diretamente os produtos nos fornecedores, em vez de serem estes a transportá-los para os centros de distribuição daquela.

Segundo a sua última "Memória de Meio Ambiente 2015-2016," esta adaptação do processo permite à Mercadona aproveitar a logística inversa para transportar embalagens reutilizáveis. Ao evitar que os veículos andem vazios, a empresa retalhista consegue maximizar a eficiência da sua frota de transporte.

A frota de camiões da Mercadona é propriedade do seu parceiro Acotral. No final do último exercício, eram 1.075 unidades, que percorreram 435 milhões de quilómetros em 2016, mais 23% que no ano anterior, como consequência da adaptação dos processos.

Em cada trajeto, a empresa procura transportar o máximo de unidades possível e planificar as rotas para aproveitar cada deslocação. Com o recurso à logística inversa, faz as devoluções das lojas aos armazéns. A taxa de ocupação média dos camiões é de 81%.

Paralelamente, a Mercadona está a direcionar importantes investimentos para encolher a sua cadeia logística. Nesse sentido, já possui 11 centros logísticos em Espanha, estando outros três em projeto ou em construção, e três armazéns satélite. O seu maior empreendimento nesta área é o centro que pretende construir em Parc Sagunt, num investimento de 41 milhões de euros.